Cordel das Classes Gramaticais(ECO)-c/10 UND.

Em estoque
Código
1146386
R$14,90

Calcule o prazo e o frete

não sei meu CEP

Esta coletânea de cordéis sobre as Classes Gramaticais tem por objetivo trazer a arte popular do trabalho com os folhetos à sala de aula, evidenciando a experiência do autor com os alunos. Desse modo, é possível estudar os conteúdos de Língua Portuguesa de forma divertida e criativa, proporcionando novos espaços de diálogos com este gênero textual, a poesia de cordel.

Para que a leitura gramatical se torne mais agradável, lúdica e interativa, elaboramos este "O Cordel das Classes Gramaticais", cujos exemplos são dados por meio de rimas, de um modo prático, poético, participativo e, sobretudo, memorável para os jovens leitores.

A origem da Literatura de Cordel
Proveniente da Europa, principalmente de Portugal, França e Espanha, a Literatura de Cordel chegou ao Brasil, por volta de 1870, desenvolvendo um papel jornalístico cultural, a exemplo do que era sua função em grande parte do continente europeu.
No Brasil, além de ser alegre, divertida e informativa, a Literatura de Cordel passou a ser, espontaneamente, responsável pela alfabetização de milhares de pessoas que, não tendo como estudar, acabavam aprendendo a ler, pelo interesse de descobrir o que estava escrito em cada um daqueles livretos.
A Literatura de Cordel teve esse nome, por alusão ao costume que seus autores tinham, enquanto expunham seus livros, pendurando-os em cordeis ou cordas finas, já que a palavra cordão não era conhecida pelos europeus, sendo, portanto, tal nome, uma metonímia.
Além dos livros clássicos vindos de Portugal, o Brasil passou a ter excelentes exemplares escritos pelo paraibano Leandro Gomes de Barros e por muitos outros, como Rodolfo Coelho Cavalcante, José de Ataíde etc.
Não apenas pelo aspecto cultural e didático, a Literatura de Cordel tem uma grande importância, mas, sobretudo, pelo fato de fazer com que seus leitores e ouvintes sejam capazes de memorizar o assunto livro, já que a sonância das palavras e o ritmo das rimas induzem a memorização.
O autor

Os poemas que eu lia
No meu tempo de criança,
Pela sonância das rimas,
Permanecem na lembrança.
Foi assim, com os Lusíadas,
Ilíadas, e outros mais,
Pois a sonância das rimas,
Têm afeitos memoriais.

Ver mais
Detalhes
Autor Barros, Adauto Borges de
EAN 9788573988642
Coleção Embalagem Econômica (M)
Formato Linha Econômica
Formato 13,5x20 cm
Lançamento 1
Páginas 16
Faixa Etária A partir de 9 anos
Acabamento Brochura, grampeado. Embalagem plástica com fechamento em adesivo
Popular entre Ambos
Avalie este Produto
Icon - News
Todolivro Distribuidora Ltda - CNPJ 03.163.884/0001-93 | Rod. Jorge Lacerda, 5086 - Gaspar/SC